Geral

Qualidade da água nas praias se mantém própria para banho

Da Redação ·
Foto: arquivo
Foto: arquivo

O décimo boletim de balneabilidade da temporada, divulgado nesta quinta-feira (5) pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), mostra que a qualidade da água se mantém própria para banho no Litoral. Segundo os resultados das análises, 45 dos 47 pontos monitorados estão próprios para banho. Apenas a Ponta da Pita, em Antonina, e o Rio Marumbi, em Morretes, são considerados impróprios.

continua após publicidade

O monitoramento avalia a concentração de bactérias Escherichia coli (E.coli) na água, de acordo com os padrões estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

continua após publicidade

SINALIZAÇÃO 

No Litoral, os veranistas podem acompanhar as condições de banho nas bandeiras instaladas na areia da praia e em totens eletrônicos. Os veranistas também podem obter informações no site do IAP (www.iap.pr.gov.br).

Na praia, a bandeira vermelha significa que a água está imprópria para banho nos 100 metros à esquerda e à direta da sinalização. A azul indica que a água tem bons índices e pode ser aproveitada pelos banhistas.

continua após publicidade

PORTA DE ENTRADA 

Rios, canais e galerias de águas pluviais são portas de entrada para a contaminação fecal. Consequentemente, os trechos de praia nas proximidades de sua foz apresentam os mais altos índices de contaminação. 

continua após publicidade

Por isso, estes pontos são sinalizados permanentemente como impróprios para banho e devem ser sempre evitados.

Os locais com estas características no Litoral são: rios Saí-guaçu, do Tenente, Brejatuba e das Pedras, Canal do Camping, Canal Clevelândia e Galeria Marechal Deodoro em Guaratuba; Canal da Praia Mansa, Canal Caiobá e Rio Matinhos, em Matinhos; Rio Olho d'água, em Pontal do Paraná; e Rio Pontinha, na Ilha do Mel.