Geral

Garota faz selfie após acidente e vira piada no Paraná

Da Redação ·
Em seu perfil no Facebook, Amanda publicou uma resposta às piadas sobre ela - Imagem:  Divulgação
Em seu perfil no Facebook, Amanda publicou uma resposta às piadas sobre ela - Imagem: Divulgação

Um capotamento registrado na manhã do último domingo (25) na BR-364, entre os municípios de Palotina e Terra Roxa, acabou se tornando piada. Logo após a colisão, a vítima começou a fazer e publicar selfies nas redes sociais, ainda com o rosto ensanguentado, e virou motivo de gozação.

continua após publicidade

No momento do acidente, as autoridades foram informadas que Amanda Machado era a passageira do Fiat Strada que capotou. Contudo, em uma das fotos ela aparece sentada no banco do motorista e com um rapaz no banco do passageiro, sem cinto de segurança. Amanda fez uma sequência de quatro fotos, antes e depois do acidente.

A primeira tem a legenda “Cuzidoooo” (sic) indicando que, supostamente, o motorista estava embriagado. A segunda foto é de outra imprudência, do velocímetro marcando 180 km/h. As duas últimas fotos já mostram Amanda com o rosto machucado, pedindo socorro e comunicando o acidente nas redes sociais. O condutor teria perdido o controle ao tentar desviar de outro veículo que tentava fazer uma ultrapassagem.

continua após publicidade

Garota se pronuncia nas redes sociais

Em seu perfil no Facebook, Amanda publicou uma resposta às piadas sobre ela. Ela agradece as pessoas que estão ajudando e também ironiza um agradecimento “aos piadistas”. “Quero agradecer a quem está me ajudando nesse momento. Em muito obrigada aos piadistas de plantão. Estou vendo todas as publicações em sites, no Twitter, aqui no Face msm (sic), no whats e em todos os lugares mas não pense que isso me deixa para baixo, estão enganados. Graças a Deus que estou vendo pois é isso que agradeço pois podia estar morta, e aí? Só tenho a agradecer a Deus por me dar mais uma chance de vida! Para os ignorantes que não sabem dos fatos e criticam, deixo meu silêncio”. 

Com informações da CGN