Geral

​Vândalos picham 'vendo 800,00' em égua e revoltam moradora do Paraná

Da Redação ·
No corpo da égua, estava escrito 'Vendo 800' com tinta (Foto: Luana Dalzotto)
No corpo da égua, estava escrito 'Vendo 800' com tinta (Foto: Luana Dalzotto)

Uma égua foi flagrada com o corpo pichado em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná. Entre o lombo e o pescoço do animal, estava escrito com tinta preta “vendo 800,00”. A situação revoltou a moradora Luana Dalzotto, de 28 anos, que fotografou a égua maltratada no sábado (24), no bairro Uvaranas. As informações são do G1.

continua após publicidade

De acordo com ela, a égua estava há dias vagando pela região. “Estava puro couro e osso, estática. Nem parecida de verdade”, conta. Luana relata que chegou a ligar para a Guarda Municipal (GM), que informou que há dias uma viatura tinha ido ao mesmo local. “Uma outra pessoa fez uma denúncia de que a mesma égua já estava sendo maltratada”, diz.

Então, Luana pediu para que outra viatura fosse enviada. Segundo ela, a GM não apareceu. Entretanto, durante a tarde, uma senhora que passava pelo local se comoveu com a situação.

continua após publicidade

Ela adotou a égua e acabou levando o animal para a casa. Luana relata que a mulher e o marido alugaram um caminhão para fazer o transporte da égua. "Pelo que eu soube, a égua tem casa, comida, água e um lugar para descansar agora", afirma. Ela garante que está mais aliviada agora que sabe que o animal não está sendo mais maltratado.

Situação desconhecida Segundo o subtenente da GM, Anderson Machado, foi enviado uma viatura até o local. "Mas os guardas municipais não encontraram o animal, nem a solicitante no local", afirma. O veterinário da Gerência de Controle de Zoonoses, Leandro Inglês, diz que não estava sabendo da situação. Segundo ele, o caminhão responsável pelo recolhimento de cavalos estragou quando foi emprestado à Polícia Militar (PM). "Tem sido complicado recolher os animais das ruas. Não temos outro veículo", explica.

Confira matéria completa AQUI