Geral

Bruno e amigo se entregam à polícia no Rio de Janeiro

Da Redação ·
 Bruno se entregou à polícia nesta quarta-feira
fonte: Reprodução/TV Globo
Bruno se entregou à polícia nesta quarta-feira

O delegado Felipe Ettore, da Divisão de Homicídios do Rio, confirmou na tarde desta quarta-feira (7) que o goleiro Bruno e seu amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como Macarrão, se entregaram na Polinter do Andaraí, na Zona Norte do Rio. Os dois serão levados para a DH do Rio, na Zona Oeste. Antes, porém, devem passar pelo Instituto Médico Legal para exame de corpo de delito.
 

continua após publicidade

Ettore disse também que o goleiro foi indiciado como o mandante do sequestro de Eliza Samudio, sua ex-namorada que está desaparecida desde o início do mês de junho. Ele disse que o menor que prestou depoimento na terça-feira (6) e Macarrão seriam os executores do sequestro de Eliza.
 

Bruno e Macarrão tiveram o pedido de prisão temporária decretada na manhã desta quarta-feira (7) e estão foragidos. O delegado disse que 15 equipes da DH do Rio estavam nas ruas à procura dos dois. À tarde, policiais estiveram na casa da ex-mulher do goleiro, Dayanne, para ver se Bruno estava lá. Eles também procuram um carro do jogador.
 

continua após publicidade

O delegado disse que o depoimento do menor ajudou na investigação. "Ele esclareceu muitos elementos e dúvidas que se tinham até então, muitos detalhes informados que depois de checados fizeram essas informações se sustentarem," disse o delegado. Ele confirmou também que o menor teria testemunhado o estrangulamento de Eliza, mas o delegado disse não lembrar quem seria o assassino segundo o menor.