Geral

Caso Eliza: Polícia não confirma corpo encontrado

Da Redação ·
   Homem conhecido como Russo seria dono da residência, segundo investigações
fonte: uai.com.br
Homem conhecido como Russo seria dono da residência, segundo investigações

A assessoria da Polícia Civil de Minas Gerais não confirma ter encontrado um corpo em uma casa de Vespesiano, região metropolitana de Belo Horizonte. Informações preliminares davam conta de que havia sido achado no início da tarde desta quarta-feira (7) um corpo no local, que poderia ser de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro do Flamengo Bruno Fernandes.

continua após publicidade

Desde o final da manhã, a polícia está no local. Segundo a Rede Record Minas, o quarteirão da casa estava interditado às 13h30 por policiais fortemente armados. Centenas de curiosos se aglomeravam nos limites do isolamento. O local seria a residência de um ex-policial que teria sido exonerado das funções por causa do envolvimento em sequestros. Ele é conhecido como Russo.

continua após publicidade

A casa tem dois andares, sendo que um deles está em obras. Três cães fazem a segurança do local. Ainda não há confirmação de que o cadáver encontrado seja de Eliza Samudio.

continua após publicidade

A jovem paranaense, 25 anos, é ex-amante do goleiro Bruno e dizia que o filho de quatro meses era do atleta. Ela desapareceu no início de junho e foi vista pela última vez no sítio de Bruno em Esmeraldas (MG). O jogador e outras seis pessoas são suspeitas de envolvimento no sumiço. Todos tiveram a prisão temporária decretada nesta manhã. Cinco já foram presas, segundo a Justiça de Minas Gerais. Bruno e o amigo conhecido como Macarrão estão foragidos.

Um policial civil da Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro informou às 12h que a corporação já recebeu ao menos dez denúncias anônimas sobre o paradeiro do goleiro. Ao menos 15 equipes da Polícia Civil fazem buscas em cerca de seis endereços no Rio.

continua após publicidade

Vizinhos do goleiro disseram à Rede Record que o jogador deixou a casa dele, em um condomínio no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste, por volta das 2h. Equipes da Polícia Civil ficaram entre 5h e 8h15 na porta da casa de Bruno até que saíram para fazer buscas pela cidade. O advogado dele informou que irá entrar com habeas corpus contra a prisão do jogador.