Geral

Polícia do Paraná prende suspeitos que usavam tornozeleiras eletrônicas

Da Redação ·
Foto: SESP
Foto: SESP

A polícia do Paraná prendeu dois criminosos que estavam usando tornozeleiras eletrônicas, benefício concedido para detentos do regime semiaberto do sistema prisional. Um deles foi preso por tráfico de drogas e outro por receptação de veículo roubado. 

continua após publicidade

“Essas prisões são exemplos de que, infelizmente, alguns presos com tornozeleiras eletrônicas acabam reincidindo no crime, assustando famílias de bem”, disse o secretário da Segurança Pública, Fernando Francischini. “Por isso, a Secretaria da Segurança Pública, em conjunto com Ministério Público do Paraná, vai requerer à Justiça a revogação do benefício para parte dos detentos condenados por assalto e tráfico de drogas”, afirmou o secretário.

Nesta quarta-feira (14), João Alfredo Borges Junior, conhecido como Jaú, 29 anos, foi preso no momento em que compareceu para retirar a tornozeleira eletrônica, na Colônia Penal Agrícola, em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele havia recebido alvará de soltura. 

continua após publicidade

Entretanto, monitoramento dos policiais do setor de inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária verificou que havia outro mandado de prisão em aberto pelos crimes de tráfico e porte ilegal de armas.

Além disso, no último dia 9, o sistema 181-Narcodenúncia recebeu informações anônimas de que o suspeito estava traficando na região central de Curitiba, o que corrobora as investigações do Departamento de Inteligência do Estado do Paraná (Diep). 

Borges Junior já tinha diversas passagens anteriores pela polícia, tendo respondido a, pelo menos, seis inquéritos policiais, por furto e roubo. Como o advogado do preso obteve uma decisão judicial favorável, Borges Junior foi liberado na sequência.

continua após publicidade

RECEPTAÇÃO – O outro caso ocorreu em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. Marcelo Sagais dos Santos, 34 anos, foi surpreendido pela polícia com um veículo roubado em Curitiba.

Após denúncia anônima, a Polícia Militar encontrou o suspeito no bairro Cachoeira, em Almirante Tamandaré, com o carro. Ele foi autuado em flagrante por receptação e usava tornozeleira eletrônica. Santos também tinha antecedentes criminais, por furto de veículo e falsidade ideológica. 

O benefício da liberdade provisória com a tornozeleira havia sido concedido aos dois bandidos há cerca de três meses. Os dois serão apresentados nesta quinta-feira (15), às 10 horas, no 1º Distrito Policial (DP) de Curitiba, juntamente com outros cerca de 50 presos nos últimos cinco dias, na RMC, os quais respondem, principalmente, pelos crimes de roubo e tráfico de drogas. Também serão apresentados centenas de celulares apreendidos do interior do Estado, nas últimas semanas, resultado das vistorias feitas em carceragens de delegacias e cadeias públicas.