Geral

Pianista Mikhail Pletnev é detido acusado de pedofilia

Da Redação ·
Aclamado músico e fundador da Orquestra Nacional Russa pode pegar de quatro a 20 anos
fonte: Google Imagens
Aclamado músico e fundador da Orquestra Nacional Russa pode pegar de quatro a 20 anos

O pianista e maestro russo Mikhail Pletnev, de 53 anos, foi detido na noite de segunda-feira, no centro turístico Pattaya, cidade litorânea da Tailândia, acusado de violentar um adolescente de 15 anos e de fazer apologia à pornografia infantil, segundo informações dadas hoje pelo tenente-coronel Omsin Sukkanka, chefe do Centro de Proteção às Crianças, Jovens e Mulheres da cidade de Pattaya.

continua após publicidade

Segundo o policial, nas buscas efetuadas à casa do maestro a polícia encontrou no disco rígido do seu computador centenas de fotos e filmes de crianças nuas, inclusive estrangeiras. "Tudo não passa de um mal-entendido", afirmou o maestro por telefone à Associated Press (AP). Ele é proprietário de um restaurante na cidade e tem vários negócios no país. O cônsul da Rússia na Tailândia, Andrei Dvornikov, alega, no entanto, que a polícia não encontrou nada de suspeito na residência do músico, libertando-o provisoriamente sob caução.

continua após publicidade

O aclamado músico e fundador da Orquestra Nacional Russa pode pegar de quatro a 20 anos de prisão e "poderá responder ainda por detenção ilegal de menor", frisou o policial. Pletnev foi liberado após pagar fiança de aproximadamente US$ 9 mil. Segundo a polícia, ele se apresenta nesta quarta-feira diante de um tribunal, onde pedirá autorização para abandonar provisoriamente a Tailândia a fim de continuar seus concertos pelo mundo.