Geral

Obama deve aprovar novas sanções à Rússia nesta semana

Da Redação ·
Foto: arquivo
Foto: arquivo

SÃO PAULO, SP - O presidente americano, Barack Obama, deve autorizar novas sanções à Rússia e fornece armamento para a Ucrânia -apesar das preocupações do governo americano de que a ajuda militar pode causar uma nova escalada do conflito- até o fim desta semana, segundo a Casa Branca. 

continua após publicidade

As medidas são uma retaliação a Moscou pelas atividades do país na Ucrânia - a anexação da Crimeia e o apoio aos rebeldes. 

O chamado "Ato de Apoio pela Liberdade da Ucrânia" foi aprovado pelas duas casas do Congresso americano e só depende da sanção presidencial para entrar em vigor. 

continua após publicidade

A ação visa colocar mais pressão sobre o presidente russo, Vladmir Putin, num momento em que a economia russa vai mal. 

As novas sanções são a empresas fabricantes de armas russas e a investidores em projetos de alta tecnologia no setor petrolífero do país, se estendendo também a indivíduos e entidades que ajudam as companhias. 

Além disso, também delibera sobre ajudas militares à Ucrânia, que deve receber material bélico dos americanos. 

continua após publicidade

O pacote deve custar cerca de 350 milhões de dólares em dois anos aos EUA. 

Moscou afirma que, caso Obama sancione as sanções, adotará uma série de "contra-medidas".