Geral

Papa não receberá políticos argentinos em 2015

Da Redação ·
Foto: arquivo
Foto: arquivo

BUENOS AIRES, ARGENTINA - O papa Francisco afirmou que não irá receber políticos argentinos que forem visitá-lo no Vaticano. "Se vier algum, ele precisará ficar na salinha de audiência geral das quartas-feiras", afirmou.

continua após publicidade

Ele ainda relatou uma anedota de que um dos políticos que ele recebeu neste ano manipulou uma foto tirada nesse espaço para dar a impressão de que havia sido recebido em uma câmara privada.

Francisco disse também o que espera politicamente no ano que vem em seu país natal: "A Argentina tem que chegar ao fim do mandato em paz. Uma ruptura do sistema democrático, da Constituição, nesse momento seria um erro. Todos têm que colaborar para isso e, depois, eleger novas autoridades. Para não interferir nisso, não recebo mais políticos em audiências privadas". 

continua após publicidade

A entrevista foi publicada no jornal "La Nación". Nela, ele também fez referência à titular das Avós da Praça de Maio, Estela de Carlotto. 

A militante o havia criticado quando ele foi eleito. Recentemente, porém, voltou atrás depois de visitá-lo no Vaticano. Carlotto afirmou que havia sido mal informada quando afirmou que ele havia sido cúmplice da ditadura. 

Perguntado sobre a mudança de opinião de Carlotto, Francisco afirmou que vê a parte boa da mudança de opinião da militante. "Todos na vida nos equivocamos em tanta coisa", disse.