Geral

Vale do Ivaí vai produzir ovo orgânico

Da Redação ·
Foto: Ivan Maldonado
Foto: Ivan Maldonado

A mudança de hábitos de uma parcela significativa da população brasileira em busca de uma alimentação saudável que seja sustentável e natural impulsiona as vendas de produtos orgânicos no país.

continua após publicidade

Um exemplo disso é o abatedouro de Frango Caipira do Campo, em Ivaiporã, que abate diariamente cerca de 5 mil aves que são comercializadas em todo o país. A demanda dos consumidores por produtos diferenciados fez o assunto entrar na pauta da empresa que vai ampliar a linha de produção com ovos caipira. 

Os ovos serão produzidos a partir de fevereiro em um sitio no distrito de Porto Ubá, em Lidianópolis. Para isso, a Frango do Campo está iniciando a construção de um aviário com capacidade para 10 mil matrizes. A expectativa é que as obras sejam concluídas em 60 dias. Já o processamento e a embalagem serão realizados em um deposito na cidade de Lidianópolis. A ideia inicial é produzir 750 dúzias de ovos por dia, a expectativa é que até o início do segundo semestre já estejam sejam produzidas diariamente 1,5 mil dúzias.

continua após publicidade

Segundo Marcos Batista, diretor executivo da empresa, a escolha pelo ovo caipira se dá principalmente por conta da criação em modo natural. “O nosso foco de sustentabilidade no mercado de ovos foi o bem-estar animal. A grande diferença está na qualidade de vida da galinha, que vai interferir nos ovos que ela produz, no sabor, na cor, na textura, dentre outros”.

A escala da produção de ovos será no sistema “cage-free” (sem gaiolas em galpões abertos), respeitando as necessidades e o instintos das galinhas. Segundo ele, as experiências americana e europeia provam que os sistemas “cage-free” podem ser atrativos para os produtores. 

Batista explica, que além das condições de vida das poedeiras, a alimentação é outro fator que pode interferir na produção dos ovos caipiras. “Não teremos nada de transgênicos, hormônios, elas serão alimentadas com ração produzida pela própria empresa à base de milho, farelo de soja, mas ela também pastoreiam e receberão alguns alimentos naturais”.

continua após publicidade

Segundo Batista, outro fator relevante que altera as propriedades dos ovos caipira é a concentração de betacaroteno que é cinco vezes maior do que no ovo de granja. “O betacaroteno é importante na nossa alimentação diária, porque é convertido em vitamina A que, entre outras coisas, fortalece o sistema imunológico”, explica Batista.

O prefeito de Lidianópolis, Celso Antônio Barbosa, o Magrelo comemora os investimentos. “É o primeiro passo para nos tornarmos referência no setor. O nosso município, além de ter clima favorável para este tipo de atividade tem mão de obra disponível. A produção de ovo caipira é também uma fonte de renda alternativa que poderá agregar valor as propriedades rurais de Lidianópolis, que em sua maioria é formada por pequenos produtores”, destaca Magrelo.