Geral

Obras de duplicação da PR-317 seguem com construção de viadutos e ponte

Da Redação ·
 Foto Jorge Woll/ SEIL/DER
Foto Jorge Woll/ SEIL/DER

As obras de duplicação da PR-317, entre Floresta e Campo- Mourão, no Noroeste do Estado, seguem em ritmo acelerado. As equipes trabalham na terraplenagem e na construção dos viadutos. Estão trabalhando, também, na construção da ponte sobre Rio 119, em Peabiru. O primeiro trecho de duplicação, de Floresta até a praça de pedágio, foi liberado de forma provisória para a circulação de automóveis. 

A duplicação irá beneficiar cerca de 70 mil pessoas da região Noroeste, que usam a rodovia diariamente. Iniciada em janeiro e com previsão de conclusão para dezembro de 2015, a obra é uma parceria do Governo do Paraná com a concessionária Viapar, que investirá em todo o trecho R$ 210 milhões. 

“Essa obra é muito importante para o Estado devido ao grande fluxo de veículos na região”, afirma o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), Nelson Leal Júnior. “Com a duplicação, os usuários terão mais segurança e conforto ao longo da via”, diz ele. 

“A rodovia com pista dupla garante mais rapidez e mais segurança nas viagens”, afirma o vendedor Valdenir de Freitas. “As condições da pista e sinalizações são melhores”, diz ele. É a mesma opinião de Antônio Valderan. “A viagem em uma rodovia duplicada é melhor, pois tem mais segurança e rapidez. O motorista se sente mais tranquilo em dirigir, afirma. 

ATENÇÃO MOTORISTAS - Além dos 53 quilômetros de duplicação, serão construídos quatro viadutos - dois na PR 317 (kms 154 e 156), próximos a Engenheiro Beltrão e acesso a Terra Boa; e dois na BR-158 (kms 196 e 202), em Peabiru. 

Serão construídas, também, duas pontes sobre o rio Ivaí, (extensão de 280 metros) e rio 119 (extensão de 36 metros). No projeto estão previstos também a execução de retornos e acostamentos. 

O diretor-geral do DER-PR alerta os motoristas para que prestem atenção às sinalizações. “ Os motoristas que trafegam pelo local devem ficar atentos as placas de sinalizações, máquinas e operários na pista, para evitas acidentes e possíveis transtornos”, afirma. 

MAIS DUPLICAÇÕES - Já foram entregues a duplicação de 14 km entre Matelândia e Medianeira (BR-277), no Oeste do Estado, e nesta semana tiveram início as obras de construção de pistas duplas de Matelândia até o acesso a Ramilândia, na mesma região. Também foi entregue o contorno de Campo Largo (BR-277), na Região Metropolitana de Curitiba, com 11 quilômetros de pistas duplicadas. 

Outra obra importante em andamento é a da duplicação da PR-151, entre Piraí do Sul e Jaguariaíva (nos Campos Gerais), e a duplicação da Rodovia do Café, entre Ponta Grossa e Apucarana (231 km). 

Além dessas obras, estão em andamento também a duplicação e ampliação da PR-407, em Paranaguá - sentido Praia de Leste, no Litoral do Estado (3,5 km); da BR-277, entre Guarapuava e a região de Relógio (6,5 km); Londrina a Warta na PR-445 (22 km); e Maringá e Paiçandu na PR-323 (4km). 

continua após publicidade