Geral

Colégios agrícolas do Paraná recebem novos equipamentos para uso no campo

Da Redação ·
Foto - Antonio Costa
Foto - Antonio Costa

Os 12 colégios agrícolas do Paraná receberam novos equipamentos para serem usados nas fazendas-escolas. Tratores, pulverizadores, roçadeiras, carretas agrícolas, arados e grades niveladoras foram entregues no segundo semestre deste ano nas escolas. O investimento total na compra dos equipamentos foi de R$ 1,2 milhão, recurso do Programa Brasil Profissionalizado. 

O novo maquinário vai permitir que os alunos dos cursos técnicos em agropecuária desempenhem melhor suas atividades nas aulas práticas. No Centro Estadual de Educação Profissional Agrícola da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba, os novos equipamentos chegaram em outubro e já estão em uso. 

LAPA - No colégio estudam 240 alunos, filhos de agricultores e pequenos produtores da Lapa e de dez municípios próximos, como Contenda, Araucária e Balsa Nova, por exemplo. A fazenda da escola tem 17 hectares e todos os dias da semana funcionários trabalham no preparo da terra para o plantio, cuidado com os animais e manutenção dos equipamentos. 

A escola recebeu um trator novo, uma roçadeira, carreta agrícola e um pulverizador. O vice-diretor Luis Henrique Ribas afirmou que os maquinários antigos estavam dando muita manutenção. “Os novos equipamentos vão ajudar bastante no dia-a-dia dos trabalhos da fazenda. É bom tanto para os alunos que vão fazer as aulas práticas agronômicas como para os próprios funcionários, que ficam mais motivados por trabalhar com um equipamento novo”, disse Ribas, que é o responsável pela fazenda-escola. 

Para o aluno Jonas Zils, de 17 anos, do 3º ano, o maquinário vai trazer mais agilidade nas tarefas que precisam ser feitas no campo. “Os equipamentos antigos poderiam estragar e atrapalhar nossas atividades”, disse ele. Jonas mora na zona rural da Lapa e fica a semana inteira no colégio. “Minha família é de agricultores. Eu quis fazer esse curso para ter conhecimentos na área da agropecuária. Lá em casa eu já dou muitas dicas para meu pai de coisas que eu aprendi aqui no colégio”, afirmou. 

A aluna Bruna Durau, 17, também acredita que as aulas práticas serão melhores. “O equipamento vai permitir que os serviços sejam feitos com mais agilidade. A aula prática é muito importante para assimilar a teoria que aprendemos na sala de aula”, explicou. 

Bruna mora em Contenda e quer fazer vestibular para agronomia. “Sou filha de agricultores e tenho bastante proximidade com o campo. Escolhi esse curso para aprimorar meus conhecimentos e o curso técnico vai me ajudar bastante. Aqui temos diversas matérias que não teríamos num colégio que só tem a base comum de ensino”, definiu. IRRIGAÇÃO - Além de novos equipamentos, o Colégio Agrícola da Lapa também está com um novo sistema de irrigação artificial da horta da escola. Instalado há seis meses, o dispositivo já aumentou bastante a produtividade das hortaliças. O colégio serve cerca de 400 refeições por dia, com três opções de saladas diferentes. Tudo colhido na horta cuidada pelos alunos. 

“Antes dependíamos da irrigação manual, o que dava muito trabalho. Agora podemos expandir a nossa horta”, explicou o professor de agropecuária Nelson Leonardi. Os alunos fazem desde o plantio até a colheita das verduras. A horta é 100% orgânica e a água usada no sistema artificial de irrigação vem de um poço artesiano do colégio. 

INTERIOR - O Colégio Estadual Agrícola de Toledo, no Oeste, também recebeu um trator novo, carreta agrícola, roçadeira e arado. “Os colégios agrícolas vão se estruturando e isso repercute em uma maior qualidade no desenvolvimento do trabalho e no acompanhamento pedagógico dos alunos no processo de formação profissional”, disse o diretor José Luiz Sagrado. 

Os outros colégios que receberam novos equipamentos agrícolas são: 

Colégio Agrícola Getúlio Vargas, Palmeira (Campos Gerais) 

Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) Assis Brasil, Clevelândia (Sudoeste) 

Ceep Olegário Macedo, Castro (Campos Gerais) 

Colégio Agrícola Fernando Costa, Santa Mariana (Norte) 

Centro Estadual Florestal de Educação Profissional (Cefep) Costa e Silva, Irati (Centro-Sul) 

Ceep Arlindo Ribeiro, Guarapuava (Centro) 

Ceep Lysimaco da Costa, Rio Negro (Sul) 

Ceep do Sudoeste, Francisco Beltrão (Sudoeste) 

Colégio Agrícola Manoel Ribas, Apucarana (Valer do Ivaí) 

Colégio Agrícola Adroaldo Colombo, de Palotina (Oeste). 
 

continua após publicidade