Geral

Cristina Kirchner segue internada sem previsão de alta

Da Redação ·
Foto: arquivo
Foto: arquivo

BUENOS AIRES, ARGENTINA - A presidente da Argentina segue internada sem previsão de alta no hospital Otamendi, em Buenos Aires, e, segundo o boletim médico mais recente, deve ficar 10 dias de repouso depois da alta, que será dada "oportunamente".

continua após publicidade

Cristina Kirchner está hospitalizada desde domingo (2) por causa de uma sigmoidite, uma infecção bacteriana no sigmoide, uma parte do intestino. Ela tem febres e dores por causa da inflamação. Ela está sendo medicada com antibióticos que são ministrados via intravenal.

A notificação médica, assinada pelos médicos da presidência, informa que ela está "estável".

continua após publicidade

Ao sair, ela deverá ficar 10 dias na residência oficial da presidência, na cidade de Olivos, ao norte da capital Buenos Aires.

Por causa da doença, Cristina não irá ao encontro do G20 em Brisbane, na Austrália, nos próximos dias 15 e 16, onde iria reencontrar a presidente Dilma pela primeira vez depois da reeleição.

Não é a primeira vez que a presidente Cristina Kirchner precisa se afastar por razões médicas: ela já foi operada para a retirada da tireoide -suspeitava-se que ela tinha câncer, possibilidade posteriormente afastada.