Geral

Casa Rosada altera agenda de Cristina Kirchner por causa de internação

Da Redação ·
Foto: arquivo
Foto: arquivo

BUENOS AIRES, ARGENTINA - A Casa Rosada está avaliando se será preciso cancelar eventos internacionais que estavam planejados para a presidente Cristina Kirchner, que está internada desde domingo (2) por causa de uma infecção no intestino.

continua após publicidade

Cristina tinha uma viagem prevista para Brisbane, na Austrália, na próxima semana, para participar de um encontro do G20.

Se cancelar a viagem, será o segundo evento internacional que deixa de ir por causa do problema de saúde: na última terça (4), ela adiou um encontro com a presidente do Chile, Michelle Bachelet, em Buenos Aires. As duas iriam fazer uma videoconferência com o papa Francisco.

continua após publicidade

A presidente da Argentina foi internada em um hospital de Buenos Aires no domingo, com febres e dores.

O diagnóstico saiu na segunda (3). Ela sofre de sigmoidite, uma inflamação de uma parte do intestino, causada por uma bactéria.

O último comunicado médico, publicado na noite de terça (4), informa que ela continuava internada com um quadro de sigmoidite, cumprindo tratamento com antibióticos, que são ministrados por via intravenosa.

continua após publicidade

O informe era assinado por dois profissionais do hospital Otamendi, onde a presidente está internada, e pelos médicos da Presidência. Ainda não há previsão de alta.

A frente do hospital Otamendi está vazia. Não há militantes kirchneristas, como aconteceu nas outras vezes em que Cristina enfrentou problemas de saúde.

A presidente já passou por operações para a retirada da tireoide e de um hematoma cerebral. Houve a suspeita, depois afastada, de que ele tinha um câncer.