Geral

Corpos reaparecem na fronteira entre Brasil e Paraguai

Da Redação ·

Corpos abandonados e sem identificação foram encontrados perto da cidade de Pedro Juan Calallero (Paraguai), vítimas da violência entre grupos rivais de narcotraficantes. O fato ocorreu um mês após o fim do estado de sítio na região.

continua após publicidade

A cidade é a capital da província de Amambay, na fronteira com o Estado brasileiro de Mato Grosso do Sul, e fica a 600 quilômetros de Assunção. O policial da cidade Eber Vázquez afirmou hoje que "os corpos sem identificação, aparentemente executados, voltaram a aparecer nas últimas semanas".

continua após publicidade

O senador Roberto Acevedo disse que Pedro Juan Caballero poderia "converter-se em pouco tempo em uma nova Ciudad Juárez", uma referência à cidade mexicana onde mortes cometidas por narcotraficantes são comuns. Acevedo sobreviveu a um atentado realizado há mais de um mês.

O estado de sítio decretado pelo presidente Fernando Lugo nos departamentos (Estados) de Amambay, San Pedro, Concepción, Villa Hayes e Alto Paraguay vigorou entre 24 de abril e 24 de maio. O objetivo da medida foi deter integrantes do grupo de guerrilheiros Exército do Povo Paraguaio (EPP). Lugo disse também que o estado de sítio serviria para combater crimes comuns. No final da ação, nenhum integrantes do EPP foi capturado, mas foram detidos 150 fugitivos da Justiça.