Geral

Morre o senador mais antigo do Congresso dos EUA

Da Redação ·
 Imagem de arquivo mostra o senador democrata Robert Byrd, que morreu nesta segunda-feira (28), aos 92 anos, em Washington, capital dos EUA
fonte: Foto por Kevin Lamarque/25.04.2005/Reuters
Imagem de arquivo mostra o senador democrata Robert Byrd, que morreu nesta segunda-feira (28), aos 92 anos, em Washington, capital dos EUA

O senador do Partido Democrata Robert Byrd, parlamentar que estava há mais tempo no Congresso dos Estados Unidos, morreu nesta segunda-feira (28), aos 92 anos, informou um porta-voz do político, representante do Estado da Virgínia Ocidental.

continua após publicidade

Neste domingo (27), os assessores de Byrd informaram que o parlamentar havia sido internado "aparentemente por um esgotamento causado pelo calor excessivo e pela desidratação severa, por causa das altíssimas temperaturas" do verão em Washington, que costuma ser quente e úmido.

continua após publicidade

A morte de Byrd não deve mudar a maioria democrata no Senado dos EUA. O governador de Virgínia Ocidental, Joe Manchin, é democrata e deve indicar um integrante do partido para cumprir o restante do mandato de seis anos de Byrd, que acaba em 2012.

continua após publicidade

"Estou entristecido com o anúncio feito pela família do senador Robert Byrd sobre o falecimento do membro que serviu mais tempo no Congresso dos Estados Unidos na história", disse Jesse Jacobs, porta-voz de Byrd, em comunicado.

Byrd chegou ao Congresso dos EUA em 1952, quando foi eleito para a Câmara dos Deputados. O democrata permaneceu na casa por seis anos, antes de se eleger para o Senado.

continua após publicidade

Importante aliado de Barack Obama durante a campanha presidencial de 2008, Byrd tornou público seu arrependimento por ter pertencido à Ku Klux Klan (nome de várias organizações racistas dos Estados Unidos que apoiam a "supremacia branca") e por participar de uma manobra legislativa para adiar a aprovação da lei dos direitos civis de 1964.

continua após publicidade

De acordo com o porta-voz, Byrd morreu "de forma pacífica" no hospital Inova Fairfax, nos arredores de Washington. Não há informações sobre as causas da morte.

Copyright Thomson Reuters 2009