Geral

Atleta é espancada após reagir a assalto em frente à USP

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Atleta é espancada após reagir a assalto em frente à USP
Atleta é espancada após reagir a assalto em frente à USP

Uma remadora foi espancada por dois assaltantes em frente a um dos portões da Universidade de São Paulo (USP), no Butantã, na zona oeste de São Paulo no último domingo. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a remadora Bianca Miarka, 32 anos, foi agredida quando chegava à universidade para disputar o campeonato brasileiro.

continua após publicidade

Bianca é ex-judoca e lutou com um dos ladrões, conseguindo tirar a arma que ele usava. Os dois criminosos conseguiram dominar a atleta e a espancaram com vários chutes, deixando-a com ferimentos nas costas e na cabeça. Após a agressão, os criminosos fugiram levando a mochila da vítima.

Em entrevista ao jornal, Bianca falou sobre sua atitude. "Não recomendo que ninguém reaja. Mas fiz isso porque tive medo, pois achei que ele iria atirar", disse. Em seu blog, ela publicou um texto criticando a falta de policiamento na USP, onde ela estudou e fez doutorado. "Até quando precisaremos de um mártir social para melhorar a segurança nas regiões da USP? Quantos corpos terão que ser encontrados?", disse no texto.


Bianca Miarka sofreu diversos hematomas e ferimentos ao ser agredida em assalto - Foto: Arquivo Pessoa
 

continua após publicidade

Segundo Bianca, a polícia foi acionada e investiga se um dos criminosos é um jovem que deu entrada em um hospital da região com o braço quebrado. Bianca disse que foi socorrida por guardas do campus, que acionaram o resgate. Após ser atendida no hospital universitário, ela teve que desistir da competição.