Geral

Operação policial termina com 8.000 presos na Europa

Da Redação ·
Imagem Ilustrativa
fonte: googleimagens.com
Imagem Ilustrativa

Uma operação policial simultânea em 15 países da Europa terminou com mais de 8.000 pessoas presas, suspeitas de tráfico de drogas, pessoas, armas ou veículos, informaram nesta sexta-feira (25) fontes oficiais.

continua após publicidade

A chamada Operação Global Europeia, feita entre os dias 7 e 10 de junho, teve participação de quase 257 mil policiais e terminou com 468 armas apreendidas.

continua após publicidade

Os países participantes foram Bélgica, Bulgária, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Lituânia, Malta, Polônia, Portugal e Romênia.

continua após publicidade

Durantes quatro dias, os agentes realizaram mais de 1,2 milhão de abordagens e verificaram mais de 2 milhões de passaportes e documentos de identidade.

De acordo com as fontes policiais, a operação foi possível graças à intensa troca de informações entre as diferentes forças de segurança do países.

continua após publicidade

O levantamento do Comitê de Segurança Interior (Cosi) revela que houve mais de 10 mil trocas de informação entre policiais dos diferentes países participantes. Durante a operação, os oficiais de fronteira também atuaram conjuntamente para prender suspeitos que tentassem passar de um país para outro.

continua após publicidade

O diretor-geral da polícia e da Guarda Civil da Espanha e atual presidente do Comitê do Cosi, Francisco Javier Velázquez, deve conceder uma entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, em Bruxelas, na Bélgica, para detalhar os resultados da operação conjunta.

O Cosi coordena o trabalho das agências de cooperação policial e judicial existentes na União Europeia.

"Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe."