Geral

Procuradoria recomenda que o comercial da Skol seja tirado do ar

Da Redação ·
 A recomendação foi feita após um cidadão argentino queixar-se da propaganda
fonte: Reprodução/Folha online
A recomendação foi feita após um cidadão argentino queixar-se da propaganda

O Ministério Público Federal em Minas recomendou à AmBev que retire do ar em 48 horas um comercial da cerveja Skol em que os argentinos são chamados de "maricón".

continua após publicidade

A recomendação foi feita após um cidadão argentino queixar-se da propaganda.

continua após publicidade

Segundo o reclamante, a campanha tem conteúdo "ofensivo e discriminatório", argumento acatado pelo procurador Edmundo Dias, da Procuradoria Regional Direitos do Cidadão, que poderá abrir ação civil pública.

continua após publicidade

"De fato, a propaganda da Skol possui duplo caráter discriminatório, tanto em relação à nacionalidade quanto por seu caráter homofóbico, já que o termo 'maricón' [...] significa maricas, homem efeminado", disse.

O comercial mostra uma lata que, quando aberta, dispara uma gravação; um argentino, ao abrir a lata, é chamado de "maricón".

continua após publicidade

Dias disse que representou também o Conar, conselho que fiscaliza a publicidade. Procurada, a AmBev não respondeu até as 18h de ontem.