Geral

EUA confirmam veracidade de vídeo divulgado com execução de jornalista

Da Redação ·
Terrorista do Estado Islâmico faz ameaça dizendo que o homem ao seu lado, identificado como o britânico David Cawthorne Haines, pode ser o próximo a ser decapitado em represália à intervenção militar dos EUA no Iraque (Foto: AFP/SITE Inteligence Group)
Terrorista do Estado Islâmico faz ameaça dizendo que o homem ao seu lado, identificado como o britânico David Cawthorne Haines, pode ser o próximo a ser decapitado em represália à intervenção militar dos EUA no Iraque (Foto: AFP/SITE Inteligence Group)

O vídeo divulgado pelo grupo radical Estado Islâmico que mostra a decapitação do jornalista norte-americano Steve Sotloff é autêntico, disse a porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Caitlin Hayden, nesta quarta-feira (3).

continua após publicidade

"A comunidade de inteligência dos EUA analisou o vídeo recentemente divulgado que mostra o cidadão norte-americano Steve Sotloff e chegou à conclusão de que é autêntico", disse Hayden em um comunicado.

O presidente dos EUA, Barack Obama, está na Estônia, antes de seguir ainda esta semana para uma reunião de cúpula da Otan no País de Gales.

continua após publicidade

O vídeo, além de mostrar o que seria a decapitação de Sotloff, de 31 anos, alerta governos para que se afastem dessa "malévola aliança com a América contra o estado Islâmico" e ameaça um refém britânico identificado como David Haines. Segundo a agência France Presse, o autor do assassinato afirma: "Estou de volta, Obama, e estou de volta por causa de sua arrogante política externa em relação ao Estado Islâmico".

O Estado Islâmico havia publicado, há duas semanas, um vídeo que mostrava a decapitação do também jornalista americano James Foley. Sotloff, capturado em agosto de 2013, aparecia no final desse vídeo, sob a ameaça de ser o próximo a ser morto. "A vida deste cidadão americano, Obama, depende de sua próxima decisão", dizia um membro do EI ao mostrar o rosto do repórter, que prestava serviços à revista Time, entre outros veículos.