Geral

Sobe para 42 o número de mortos no Nordeste

Da Redação ·
 Ruas de Quebrangulo, em Alagoas, ficaram completamente destruídas pelas enchentes
fonte: AE/IG.com.br
Ruas de Quebrangulo, em Alagoas, ficaram completamente destruídas pelas enchentes

Subiu para 42 o número de mortos em razão das fortes chuvas que atingem os Estados de Pernambuco e Alagoas desde a última quinta-feira, dia 17.  

continua após publicidade

Outras 800 pessoas ficaram feridas por conta de deslizamentos de terra causados pela chuva. Os municípios que registram o maior número de desabrigados são: União dos Palmares (9.000), Murici (5.000), Rio Largo (2.000) e Viçosa (1.200). Outras cidades atingidas foram Jacuípe (250). Quebrangulo (800), Santana do Mundaú (500); Joaquim Gomes (350); São José da Lage (386); Branquinha (1.000); Atalaia (100), Cajueiro (192); Capela (300) e Satuba (200).
 

Os alagamentos causados pelas chuvas também prejudicaram o abastecimento de água em algumas cidades. De acordo com a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), as cheias do fim de semana inundaram as unidades de captação, tratamento e distribuição de água em vários municípios.
 

continua após publicidade

Segundo levantamento da Cosal, os municípios mais atingidos são Palmeira dos Índios, Estrela de Alagoas, Minador do Negrão, Igaci e Quebrangulo, na região Serrana, Capela, na Zona da Mata, e Ibateguara, Colônia Leopoldina, Novo Lino e Jacuípe, na região Norte. Segundo a empresa, os equipamentos danificados vão demorar, pelo menos, 15 dias para serem recuperados e voltar a operar, provisoriamente.