Geral

PF tomou medida de precaução contra ataques a Abdelmassih na cadeia

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia PF tomou medida de precaução contra ataques a Abdelmassih na cadeia
fonte: Foto: Secretaria Nacional De Antidrogas do Paraguai
PF tomou medida de precaução contra ataques a Abdelmassih na cadeia

FOZ DO IGUAÇU, PR - Preso nesta terça-feira (19) no Paraguai depois de ter ficado três anos foragido, o ex-médico Roger Abdelmassih ficou numa cela, em Foz do Iguaçu (PR), apenas com um detento sem antecedentes de violência.

continua após publicidade

De acordo com o delegado da Polícia Federal Marcos Paulo Pimentel, pela natureza dos crimes atribuídos ao ex-médico, a PF tomou essa medida de precaução para evitar possíveis ataques de outros presos contra o detento famoso.

Também conhecido como "médico das estrelas", Abdelmassih foi condenado a 278 anos de prisão por 48 estupros --consumados ou não. Solto por decisão do STF, ele estava foragido desde 2011.

continua após publicidade

Quando questionado sobre a possibilidade de presos condenados por estupro sofrerem ataques sexuais na cadeia, Pimentel respondeu: "Pelo tipo do crime e pelo estado emocional dele, fizemos isso para evitar tentativas de violência [contra o ex-médico]. É um procedimento padrão."

Segundo ele, Abdelmassih estava ainda "emocionalmente um pouco abalado" quando chegou a Foz, na noite desta terça (19). Lá, dormiu na cela com um preso suspeito de contrabando. Nesta quarta-feira, foi transferido para São Paulo.

O delegado disse ainda que a PF fez vigílias durante a noite para checar se houve alguma violência contra ele e também para verificar o estado de saúde do próprio ex-médico, de 70 anos.

"Não é caso dele, mas cuidamos para ver como ele estava", disse o delegado, após ter sido questionado pelos jornalistas paranaenses sobre a possibilidade de ele ter tentado cometer suicídio.