Geral

Avião com ex-médico condenado por estupros deixa Foz do Iguaçu

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Avião com ex-médico condenado por estupros deixa Foz do Iguaçu
fonte: Foto: Secretaria Nacional De Antidrogas do Paraguai
Avião com ex-médico condenado por estupros deixa Foz do Iguaçu

FOZ DO IGUAÇU, PR - O ex-médico Roger Abdelmassih embarcou do aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu (PR) pouco depois das 13h20 desta quarta-feira (20) num voo direto para São Paulo. Preso no Paraguai no dia anterior, ele passou a noite numa cela na Polícia Federal paranaense.

continua após publicidade

Especializado em reprodução humana, Abdelmassih foi condenado em 2010 a 278 anos de prisão por 48 estupros cometidos contra 37 mulheres. Ele estava foragido desde janeiro de 2011 e liderava a lista de procurados da Secretaria da Segurança de Pública de São Paulo.

O ex-médico embarcou num avião da própria Polícia Federal. Ele foi transferido da delegacia para o aeroporto de Foz num forte esquema de segurança, escoltado por agentes federais.

continua após publicidade

Na aeronave da PF, o delegado Marcos Paulo Pimentel e dois agentes acompanham o preso na viagem até São Paulo.

Abdelmassih passou a noite numa cela ao lado de um preso suspeito de contrabando. Assim como outros detentos da Polícia Federal de Foz do Iguaçu, Abdelmassih comeu as mesmas refeições servidas no local e só teve direito a falar, por telefone, uma vez com a mulher, que continua na capital paraguaia.

Segundo o promotor Luiz Henrique Dal Poz, a Polícia Federal chegou ao paradeiro do ex-médico após cruzamento de informações da Promotoria e da própria PF. O Ministério Público investigava suposta lavagem de dinheiro praticada pelo médico, além de suposta falsidade ideológica e falsidade documental.