Geral

Em Ponta Grossa operadoras também são alvo de crítica

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Em Ponta Grossa operadoras também são alvo de crítica
fonte: Foto: Divulgação
Em Ponta Grossa operadoras também são alvo de crítica

Não é só em Apucarana que as operadoras de telefonia tem sido alvo de reclamações. Em Ponta Grossa, usuários também registram queixas ao serviço prestado. A operadora de celular Tim informou, através da assessoria de imprensa, que uma “instabilidade no sistema” causou problemas do sinal na cidade de Ponta Grossa e região na semana passada. No último dia 7, uma reportagem do portal aRede, expôs a situação do  serviço da empresa em Ponta Grossa e os altos registros de reclamação no Procon.

continua após publicidade

Confira a íntegra da nota encaminhada pela TIM:

“A TIM informa que na quarta-feira (06/08) seus sistemas apresentaram uma instabilidade, o que pode ter ocasionado dificuldade para receber e efetuar chamadas na região de Ponta Grossa na parte da tarde. Técnicos da operadora e do fornecedor de equipamentos atuaram prontamente e os serviços foram restabelecidos às 17 horas.

continua após publicidade

Em relação aos índices do Procon a empresa informa que no primeiro semestre de 2014 apresentou uma redução de 30,76% em relação aos registros do mesmo período em 2013. Cabe destacar que, nos períodos mencionados, a operadora apresentou 100% de resolutividade junto ao órgão.

confira também

Em 2014, a empresa também realizará a ampliação da capacidade da rede 3G (dados) na cidade e da cobertura de voz e dados no Distrito Industrial e na Vila Oficinas. A companhia também prioriza a transparência nos seus negócios e no relacionamento com os clientes. Um marco é o site Portas Abertas (www.tim.com.br/portasabertas), que permite aos consumidores conhecer o verdadeiro retrato da cobertura da TIM e seus projetos de ampliação e melhorias da rede. No triênio que vai até 2016 a TIM aplicará cerca de 90% dos R$ 11 bilhões previstos para investimentos no Brasil; destes, R$ 340,2 milhões estão sendo investidos no Paraná ao longo de 2014″.

Confira matéria completa AQUI