Geral

Retroárea portuária também investe em Paranaguá

Da Redação ·
Retroárea portuária também investe em Paranaguá (AEN)
Retroárea portuária também investe em Paranaguá (AEN)

A Multitrans, uma das empresas que atua na recepção de fertilizantes, na retroárea do Porto de Paranaguá, está concluindo as obras de ampliação. Novos armazéns e novo pátio para os quase 300 caminhões da frota são algumas da melhorias que tendem a melhorar a produtividade e a capacidade estática para os produtos. Os últimos investimentos somam R$ 38 milhões.

Os cinco novos armazéns, em fase de conclusão, vão ampliar a capacidade estática atual, para 300 mil toneladas de fertilizantes. Já o novo pátio, além de acomodar com mais segurança e conforto os caminhoneiros da empresa, reduzem o impacto desses veículos nas vias da cidade.

“Como a Multitrans trabalha 24 horas, temos que ter esse espaço para acomodar melhor os caminhões. Antes, quando não havia esse espaço, os caminhões pernoitavam em vias impróprias ou nos postos de gasolina que já não comportam mais e acabavam obstruindo as pistas. Estamos finalizando as obras do escritório do pátio e acomodações (alojamento, refeitório etc) para os motoristas”, afirma Cristiane de Mattos, responsável pelo Administrativo da Multitrans em Paranaguá.

Além das ampliações e novos investimentos, segundo o diretor geral Roberto da Silva Rosa, outras ações também têm contribuído para essa relação mais harmônica das operações com a cidade. “Pavimentamos a rua Samuel Pires de Mello, para conseguir desviar o trânsito da avenida Ayrton Senna, aliviando o tráfego e cuidamos, com muita atenção, da limpeza tanto dos caminhões quando chegam para carregar ou descarregar, e quando saem carregados”, completa.

continua após publicidade

Ações – Como explica Cristiane, os caminhões que chegam para descarregar o produto trazido do cais passam pelo despoeiramento, assim que descarregam. “O mesmo acontece com os caminhões que carregam o produto aqui para levar ao Interior, para estados como São Paulo, Minas e Mato Grosso. Com esse processo, evitamos o derramamento de fertilizantes nas vias”, afirma a representante da Multitrans.

Os caminhões que chegam para carregar passam pela limpeza completa (e retirada dos grãos que eventualmente sobram da descarga) no pátio de caminhões da empresa. A limpeza é feita pelos funcionários da própria Multitrans. “Além desses processos, mantemos uma máquina Bobcat que faz a limpeza das vias próximas aqui e, quando trabalhamos com produto como ureia, contratamos caminhões pipas para lavar as ruas, daqui até a Roque Vernalha”, conclui.

A média diária de caminhões movimentados pela empresa é de 500 veículos.