Geral

Ex-namorado de Mércia quer ser indiciado

Da Redação ·
 Mércia Nakashima
fonte: Divulgação
Mércia Nakashima

O advogado do policial militar aposentado Mizael Bispo de Souza, suspeito do assassinato da advogada Mércia Nakashima, afirmou nesta segunda-feira que seu cliente está ansioso e que se for necessário ser indiciado para encerrar logo esse sufoco, ele quer que isso ocorra. Samir Haddad Júnior diz que Mizael está vivendo “um verdadeiro inferno” e quer provar sua inocência.

continua após publicidade

Na segunda-feira, prestaram depoimento na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) duas testemunhas consideradas chaves. São homens que pescam habitualmente na região onde foram encontrados o carro e o corpo da vítima. Uma das testemunhas chegou a ouvir dois gritos que lhe pareceram de uma criança. Em relação a essas testemunhas, o advogado de Mizael diz estar com medo da história do pescador virar “história de pescador”. “Uma pessoa vê um carro, ouve gritos e não faz nada no dia? Isso é estranho e no mínimo omissão de socorro”, disse.

A advogada Mércia Nakashima estava desaparecida desde o dia 23. O corpo da mulher de 28 anos foi encontrado na manhã da última sexta-feira, na represa de Nazaré Paulista, no interior de São Paulo. O enterro de Mércia reuniu mais de 300 pessoas na manhã de sábado, no cemitério São João Batista em Guarulhos. O principal suspeito como autor do crime é o ex-namorado dela, Mizael Bispo de Souza.