Geral

Curitiba: Polícia investiga confusão entre equatorianos e seguranças de boate

Da Redação ·
Câmeras teriam registrado a confusão no local
fonte: Foto: Divulgação
Câmeras teriam registrado a confusão no local

A Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe), de Curitiba, abriu um inquérito para investigar uma denúncia de extorsão por parte de seguranças de uma casa noturna contra três turistas equatorianos na madrugada desta sexta-feira (20). O caso foi encaminhado para a Delegacia de Estelionato e Desvio de Carga. De acordo com a polícia, a confusão começou após os turistas questionarem o valor da conta de US$ 1 mil. A seleção do Equador jogou contra Honduras, nesta sexta, na Arena da Baixada.

continua após publicidade

“Três turistas equatorianos foram à boate, se divertiram e, na hora de pagar, houve um desentendimento sobre o preço. Eles não concordaram com o que a boate estava cobrando”, contou o delegado da Demafe, Clóvis Galvão. Ainda segundo o delegado, seguranças da casa noturna acompanharam os turistas até o hotel onde eles estavam hospedados para que eles pegassem mais dinheiro.

As imagens da câmera de segurança do hotel mostram um dos turistas conversando com dois seguranças. Em determinado momento, um deles caminha em direção ao equatoriano e o agride. Ele imobiliza o turista, o joga no chão e pega o dinheiro que estava no bolso. “Eles tiraram o dinheiro da despesa da boate, devolveram o resto e foram embora”, disse o delegado Galvão.

continua após publicidade

A gravação também mostra o segurança contando o dinheiro, enquanto o turista permanece no chão. Os funcionários do hotel assistem a tudo, sem interferir. Depois, o turista se levanta e se aproxima do segurança, que está com o dinheiro. Durante todo o tempo, o turista e os seguranças aparecem conversando e gesticulando.