Geral

Casas atingidas pelas chuvas no Paraná pagarão R$ 1 pela conta de água

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Casas atingidas pelas chuvas no Paraná pagarão R$ 1 pela conta de água
fonte:
Casas atingidas pelas chuvas no Paraná pagarão R$ 1 pela conta de água

CURITIBA, PR - Estado mais atingido pelas chuvas do último final de semana, o Paraná terá tarifa de água de R$ 1 para as casas afetadas por alagamentos, anunciou o governo estadual nesta terça-feira (10). A medida vale para os próximos três meses.

continua após publicidade

Já a conta de luz será parcelada em seis vezes e cobrada apenas daqui a 90 dias.

Na manhã desta terça, sete cidades ainda não tinham o abastecimento de água normalizado e seis municípios continuavam sem luz no Paraná, segundo balanço da Defesa Civil.

continua após publicidade

No final de semana, rios transbordaram e invadiram reservatórios de água e unidades de captação em diversas cidades. Moradores dependem de caminhões-pipa e bicas para se abastecer.

Os alagamentos, somados à queda de árvores e postes, também prejudicaram a rede de energia elétrica, especialmente nas regiões oeste e sudoeste.

A Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) e a Copel (Companhia Paranaense de Energia) ainda trabalham para reverter a situação.

continua após publicidade

Foram 8.500 casas danificadas em todo o Estado, entre residências e edificações públicas.

Uma vez registradas pela Defesa Civil, elas serão automaticamente incluídas no cadastro da Sanepar e da Copel para receberem o benefício nas contas de água e luz.


BALANÇO

continua após publicidade

Um terço dos municípios do Paraná --130 cidades-- havia decretado situação de emergência até a manhã desta terça-feira, por causa das chuvas ocorridas no final de semana.

As enchentes e deslizamentos deixaram nove mortos. Seis pessoas ainda estão desaparecidas.

Estradas também foram afetadas. As rodovias estaduais tinham 33 pontos de interdição, total ou parcial, até a manhã desta terça-feira, segundo balanço da Polícia Rodoviária.

O problema atinge praticamente todo o Estado, desde a região oeste e noroeste até o centro-sul do Paraná. Apenas as rodovias do litoral não registravam problemas.

Em relação às rodovias federais, um trecho da BR-373 no sudoeste, entre Candói e Coronel Vivida, estava totalmente interditado devido a um deslizamento. Já a BR-277 em Guarapuava, na Serra da Esperança, seguia com trânsito em meia pista, segundo a Polícia Rodoviária Federal.