Geral

Prefeitura do Rio corre para inaugurar obras incompletas da Copa

Da Redação ·
Andaimes e tapumes cobrem parte da estação Maracanã
fonte: Foto: arquivo
Andaimes e tapumes cobrem parte da estação Maracanã

RIO DE JANEIRO, RJ - A três semanas da primeira partida da Copa no Rio, o governo do Estado e a prefeitura correm para inaugurar obras prometidas para a competição.

continua após publicidade

Apesar dos trabalhos intensos, tanto o corredor de ônibus Transcarioca como a nova estação do Maracanã estarão incompletos no dia 15, quando as seleções de Argentina e Bósnia Herzegovina se enfrentam no estádio.

Na Transcarioca -corredor exclusivo de ônibus que ligará o aeroporto à Barra- há trechos em que a pista de concreto não está concluída.

continua após publicidade

Diversas estações ainda estão em montagem e não estarão pronta no dia 1º de junho, quando a via será inaugurada.

Ao custo de R$ 1,9 bilhão, a Transcarioca será entregue com três meses de atraso e em funcionamento parcial. A previsão inicial era de conclusão em março. O atraso fará com que turistas utilizem um sistema ainda em fase de teste. Apenas 22 das 47 estações estarão em funcionamento.

A cerimônia de inauguração está prevista para o dia 1º, com a presença da presidente Dilma Rousseff.

continua após publicidade

No dia seguinte, 19 estações abrem, entre a Barra e o Tanque, na zona oeste. No dia 4, começará o serviço expresso desde o aeroporto até a Barra da Tijuca, parando apenas na estação de integração com o metrô (Vicente de Carvalho).

Após 13 dias do início da operação, o sistema será usado por 18% dos torcedores que irão assistir Argentina e Bósnia no Maracanã, segundo estimativa da prefeitura. Eles sairão direto do aeroporto do Galeão para o estádio, ou desde a Barra para o estádio.


METRÔ

continua após publicidade

Apesar da promessa de entrega no dia 1º, o contrato de obras do trecho entre a Penha (zona norte) e o aeroporto tem como prazo setembro deste ano. A Secretaria Municipal de Obras, contudo, afirma que tudo estará pronto dentro do prazo previsto.

Ao lado do estádio, andaimes e tapumes cobrem parte da estação Maracanã, indicada como o melhor destino para os torcedores. O governo do Estado tenta concluir até o dia 15 a integração entre as paradas dos trens e metrô.

O objetivo da obra é melhorar os acessos à estação e integrar a rede ferroviária com o metrô.

A Secretaria de Transporte afirmou, por sua assessoria de imprensa, que a estação estará "operacional" no dia 15. Segundo a pasta, 92% da obra já foi feita. A intervenção custou R$ 175 milhões.