Geral

Rodovias estaduais registraram 129 acidentes, com nove mortes

Da Redação ·
Foram 1.625 veículos vistoriados, 40 apreendidos por possuírem alguma irregularidade (Foto: Divulgação)
Foram 1.625 veículos vistoriados, 40 apreendidos por possuírem alguma irregularidade (Foto: Divulgação)

O Batalhão de Polícia Rodoviária do Paraná (BPR) registrou 129 acidentes nas rodovias estaduais, com 90 feridos e nove mortes, durante o feriado prolongado do Dia do Trabalho, de quarta-feira (30/04) até domingo (04/05). O Batalhão realizou e “Operação Primeiro de Maio”, com intensificação no policiamento das estradas através de testes etilométricos (bafômetro), radares para controle de velocidade e bloqueios, além das atividades rotineiras de verificação de documentação e de fiscalização do trânsito rodoviário. 

Foram feitas 1.727 autuações, 2.093 imagens de radar por excesso de velocidade e a realização de 1.181 testes etilométricos, além de 11 flagrantes e o recolhimento de 12 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH). O dia com maior número de acidentes foi o sábado (03), com 35 ocorrências. O maior número de mortes foi quinta-feira (01/05), com quatro óbitos. 

“Houve aumento no número de pessoas embriagadas, em várias regiões do Estado, que foram conduzidas às delegacias”, explicou o tenente-coronel Daniel dos Santos, comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária. “As multas por excesso de velocidade aumentaram, chegando em mais de 2 mil, pois cada imagem de radar corresponde a uma infração registrada”, disse ele. 

ABORDAGENS - A “Operação 1º de Maio” resultou na abordagem de 1.181 pessoas, das quais 15 foram presas e um adolescente apreendido. Foram 1.625 veículos vistoriados, 40 apreendidos por possuírem alguma irregularidade. As ações ocasionaram a apreensão de um revólver, quatro munições, 125 Kg de maconha, 0,280 Kg de crack e outros dois objetos. 

PREVENTIDO E OSTENSIVO - De acordo com o Comandante do BPR, as equipes iniciaram suas atividades às 14 horas quarta-feira, em toda a malha rodoviária estadual, atuando diretamente com o policiamento preventivo e ostensivo. “Devido ao aumento significativo no fluxo das rodovias colocamos uma operação de forma mais preventiva, visando diminuir o número de acidentes e de infrações”, disse ele. 

Todo o efetivo da unidade foi usado na operação, inclusive os policiais militares atuantes no administrativo, com o intuito de garantir maior tranquilidade às pessoas que fossem utilizar as rodovias estaduais que ligam a capital ao litoral e ao interior do estado. 

“A operação teve um resultado satisfatório, não só pelo viés preventivo, mas também pelo aspecto criminal, pois efetuamos também a apreensão de drogas e o encaminhamento de pessoas que atuaram de maneira irregular nas estradas, seja por embriaguez, por excesso de velocidade ou outras infrações”, afirma o tenente-coronel Daniel dos Santos. 

continua após publicidade