Geral

Ministério prorroga vacinação de grávidas até 23 de abril

Da Redação ·
Em 2017, a cobertura foi de 87,7%. (foto - arquivo)
fonte: Arquivo
Em 2017, a cobertura foi de 87,7%. (foto - arquivo)

O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira (1) que vai prorrogar a vacinação de grávidas, doentes crônicos (exceto idosos) e crianças de seis meses e menores de dois anos contra a nova gripe H1N1 até o dia 23 de abril. Assim, a segunda etapa, que terminaria amanhã, deverá continuar ao longo da próxima fase, que começa na segunda-feira (5), e imunizará também os jovens saudáveis entre 20 e 29 anos.

continua após publicidade

Para ser vacinado, é preciso ir aos postos de vacinação levando documento de identidade com foto.

continua após publicidade

Não é necessário apresentar atestado médico comprovando gravidez ou doença crônica.

continua após publicidade

Na vacinação das crianças, pais e responsáveis devem levar aos locais de imunização apenas os bebês que já completaram seis meses de idade e os menores de dois anos.

É muito importante levar o cartão de vacinação das crianças, diz o ministério.

continua após publicidade

Elas receberão uma dose dividida em duas vezes. A segunda meia dose será administrada 30 dias após a primeira. Se a criança completar seis meses depois do dia 2 de abril, também poderá ser vacinada normalmente.

continua após publicidade

Em relação aos doentes crônicos, devem procurar os postos de vacinação pessoas com menos de 60 anos que têm problemas sérios de coração, pulmão, rins, fígado, diabéticos, pacientes em tratamento para aids e câncer ou os chamados grandes obesos.

Aqueles que serão vacinados devem levar aos postos um documento de identidade com foto e a carteira de vacinação do adulto, se possuírem.

Os idosos com doenças crônicas devem aguardar. A população com mais de 60 anos terá uma etapa exclusiva, entre os dias 24 de abril e 7 de maio, juntamente com a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso contra gripe comum.