Geral

Continental: euro forte pode prejudicar indústria

Da Redação ·
​O diretor financeiro da Continental, Wolfgang Schaefer, estimou que o euro forte terá um impacto drástico sobre as vendas da companhia (Foto: Arquivo)
​O diretor financeiro da Continental, Wolfgang Schaefer, estimou que o euro forte terá um impacto drástico sobre as vendas da companhia (Foto: Arquivo)

O executivo-chefe da fabricante alemã de peças automotivas Continental alertou que a firmeza prolongada do euro pode ser desvantajosa para a indústria automotiva europeia e apelou ao Banco Central Europeu que tome medidas contra a apreciação da moeda, de acordo para uma prévia divulgada no sábado de uma entrevista que será veiculada na publicação Euro am Sonntag.

"A competitividade da indústria europeia nos causa preocupação", disse o presidente-executivo da Continental, Elmar Degenhart. "O BCE tem numerosas oportunidades para agir. Na minha opinião, a Europa claramente fez muito pouco nos últimos meses." Degenhart afirmou que, ao contrário da Europa, o Japão e os Estados Unidos estão promovendo políticas monetárias que apoiam seus exportadores, acrescentando que o Japão depreciou sua moeda "em grande medida".

O diretor financeiro da Continental, Wolfgang Schaefer, estimou que o euro forte terá um impacto drástico sobre as vendas da companhia. "Os fatores cambiais poderiam prejudicar nossas vendas em cerca de 700 milhões de euros este ano", disse Schaefer na mesma entrevista, acrescentando que os lucros do grupo não serão afetados. Fonte: Dow Jones Newswires.

continua após publicidade