Geral

Eduardo Coutinho é assassinado no Rio; filho é suspeito

Da Redação ·
le também seria o responsável por esfaquear a mãe e, em seguida, teria tentado se matar ( Foto: omelete.uol.com.br)
fonte:
le também seria o responsável por esfaquear a mãe e, em seguida, teria tentado se matar ( Foto: omelete.uol.com.br)

RIO DE JANEIRO, RJ, 2 de fevereiro (Folhapress) - O cineasta Eduardo Coutinho, de 81 anos, foi assassinado a facadas hoje por volta das 11h50 dentro de casa, no bairro da Lagoa, zona sul do Rio. O filho, Daniel Coutinho, é tido como o principal suspeito, segundo a polícia.

De acordo informações da Divisão de Homicídios, ele também seria o responsável por esfaquear a mãe e, em seguida, teria tentado se matar. A mãe do rapaz está internada em estado grave no hospital Miguel Couto no Leblon.

Coutinho é um dos maiores documentaristas do país, responsável por obras como "Edifício Master" e "Jogo de Cena".
 

continua após publicidade