Geral

Príncipe Harry deixa de pilotar helicópteros

Da Redação ·
Príncipe Harry deixa de pilotar helicópteros (Arquivo)
Príncipe Harry deixa de pilotar helicópteros (Arquivo)

SÃO PAULO, SP, 17 de janeiro (Folhapress) - O príncipe Harry deixará sua função de piloto de helicópteros de guerra e passará a trabalhar no Exército do Reino Unido como organizador de eventos comemorativos. A nova função do filho mais novo do príncipe Charles foi anunciada pelo Palácio de Kensington hoje.

Dentre as atribuições do cargo, estão a preparação dos eventos cerimoniais e da segurança das visitas de Estado a Londres. Ele trabalhará no prédio do Horse Guards, onde está a guarda montada do Palácio de Buckingham, na capital inglesa.

O neto da rainha Elizabeth 2ª passou três anos e meio realizando serviços operacionais e de treino com as forças apache e foi duas vezes ao Afeganistão para lutar contra o Taleban durante sua estadia com as Forças Aéreas.

O coronel Tom de la Rue, que comandou Harry no Exército, disse que ele "alcançou o auge da excelência no ar". "No processo, o capitão Gales [nome como era chamado no Exército] demonstrou que é uma verdadeira inspiração para os muitos oficiais e soldados que puderam conhecê-lo muito bem nos últimos dois anos".

Novo bebê

Também hoje, a Casa Real anunciou o nascimento da filha de Zara Phillips, 32, neta da rainha Elizabeth 2ª. A bisneta da monarca, que é neta da princesa Anne, nasceu pesando 3,5 kg e é a 16ª na linha de sucessão ao trono real. O nome da recém-nascida será divulgado nos próximos dias.

A rainha inglesa tem quatro bisnetos, sendo o mais conhecido George, de seis meses, filho do príncipe William e de Kate Middleton. Ele é o terceiro na linha de sucessão ao trono real, atrás do pai e do avô, o príncipe Charles.
 

continua após publicidade