Geral

Beto Richa critica Gaeco por prisão de delegado

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Beto Richa critica Gaeco por prisão de delegado
fonte:
Beto Richa critica Gaeco por prisão de delegado

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), afirma ‘estranhar’ a operação deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que resultou na prisão de dois delegados – um deles é o ex-chefe da Polícia Civil do Paraná, Marcus Vinícius Michelotto – para combater o jogo ilegal. A ação aconteceu na última terça-feira.

Para o governador, houve excesso por parte do Gaeco. “Causa estranheza a operação, agora, fruto de uma investigação de dois anos atrás. O delegado não estava foragido e nem representava risco à sociedade. É preciso ter cuidado para não manchar a reputação e causar desonra”.
 

continua após publicidade
confira também


De acordo com o Gaeco, a ação foi deflagrada para combater jogos ilegais e é realizada em conjunto com as polícias civil e militar e que ocorre em secredo de justiça.  Marques confirmou ainda que outro delegado também tinha sido preso até o início da manhã.

A operação teria relação com o caso que ficou conhecido como “mansão cassino”, em 2012. Na ocasião, uma casa no bairro Parolin, que funcionava como ponto de jogos de azar, foi fechada em uma ação de policiais que faziam um protesto contra a diretoria da Polícia Civil.

O governador do Paraná, Beto Richa, criticou o Gaeco


Fonte:arede