Geral

País fará três dias de cortejo fúnebre com corpo de Mandela

Da Redação ·
 País fará três dias de cortejo fúnebre com corpo de Mandela - imagem - www.zambianwatchdog.com
fonte:
País fará três dias de cortejo fúnebre com corpo de Mandela - imagem - www.zambianwatchdog.com

SÃO PAULO, SP, 7 de dezembro (Folhapress) - Os restos mortais do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela passarão em cortejo fúnebre nos três dias em que ele será velado em Pretória, informou hoje o Serviço de Informação do governo. No período, o corpo também ficará exposto na sede do governo do país.

Mandela morreu na noite de quinta, aos 95 anos, após complicações provocadas por um histórico de infecções pulmonares. Após o anúncio da morte, milhares de sul-africanos lembraram sua memória com flores e gritos de guerra contra o regime do apartheid em diversas cidades do país.

Segundo a diretora do órgão de comunicação, Neo Momodu, as autoridades sul-africanas farão três cortejos entre quarta e sexta durante a manhã, no traslado do caixão de Mandela do necrotério militar onde foi embalsamado à sede da Presidência, a Union Buildings, onde ficará em uma capela.

Momodu pede que a população fique ao lado do meio-fio das ruas, de modo a evitar tumultos durante os cortejos. Os que desejam se despedir de Mandela na capela dos Union Buildings serão obrigados a fazer um cadastro.

Se aprovados, os visitantes seguirão ao local com um ônibus do governo. Durante a passagem pelo local onde estará o caixão do líder negro, não serão permitidas fotos nem filmagens.

A previsão é que o corpo de Mandela seja enterrado no próximo dia 15, em Qunu, aldeia onde nasceu no leste do país, com a presença de autoridades, celebridades e outras milhares de pessoas.

Para amanhã, o governo sul-africano convocou à população para um dia de orações pela memória do líder negro nos templos do país. A missa em lembrança ao ex-presidente será realizada na terça, no estádio Soccer City, no Soweto, bairro negro de Johannesburgo, de onde seguirá de volta para Pretória. Personalidades

Para o velório e o sepultamento, estão confirmadas as presenças do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e do Brasil, Dilma Rousseff, o príncipe Charles e o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

Os ex-presidentes americanos Bill Clinton e George W. Bush também viajarão à África do Sul para o funeral. Outras autoridades ainda não se manifestaram, mas deverão estar na cerimônia.

Além dos representantes políticos, celebridades como a apresentadora americana Oprah Winfred, o ex-capitão da seleção de rúbgi sul-africana François Piennar, campeão do mundo em 1995, e o vocalista da banda U2, Bono Vox, também são esperados na África do Sul.

A expectativa é que o funeral de Mandela reúna milhões de pessoas e tenha número de personalidades similar ao sepultamento do papa João Paulo 2º, em 2005. A companhia estatal South African Airways colocou voos extras para trasladar parte dos visitantes ilustres.
 

continua após publicidade