Geral

Cinco cidades decretam situação de emergência após temporais

Da Redação ·
Cinco cidades decretam situação de emergência após temporais (Agências)
Cinco cidades decretam situação de emergência após temporais (Agências)

SALVADOR, BA, 29 de novembro (Folhapress) - Após os temporais registrados no litoral baiano ontem, cinco municípios da Bahia decretaram situação de emergência. Itabuna, Ilhéus, Ituberá, Valença e Maraú -cidades do sul e baixo sul do Estado- registraram ocorrências de deslizamentos, alagamentos e inundações. Não houve mortes.

Principal destino turístico do sul da Bahia, Ilhéus registrou 214 mm de chuva, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Houve ocorrências de deslizamentos em cinco bairros.

O aeroporto Jorge Amado foi fechado para pousos e decolagens às 23h30 da quarta-feira, com 13 voos cancelados até o início da tarde de hoje. A pista foi parcialmente liberada na manhã de hoje, com restrições a depender das condições de visibilidade.

Na vizinha Itabuna, cerca de 200 famílias foram desalojadas de áreas de risco. O município de Maraú, onde fica a praia de Barra Grande -uma das mais procuradas por turistas na Bahia- choveu 271,4 mm, segundo o Inmet.

O único acesso terrestre ao município está interditado. A rodovia estadual não é asfaltada e foi fechada por conta dos alagamentos. Para acessar o município, moradores e turistas deverão utilizar barcos e lanchas.

Em Aurelino Leal, no sul do Estado, 50 famílias que viviam em barracos de madeira ficaram desabrigadas, mas não houve registro de feridos.

De acordo com o superintendente da Defesa Civil Estadual, Salvador Brito, os municípios ainda estão levantando ocorrências e podem haver novos decretos de emergência devido a danos na infraestrutura pública.

Salvador

Na capital baiana, a Defesa Civil contabilizou 67 solicitações de emergência por conta das chuvas de quinta-feira. Não houve vítimas, nem feridos.

Entre as principais ocorrências estão o desabamento do muro de uma escola no bairro do Vale das Pedrinhas, que atingiu cinco residências, e um deslizamento no bairro de Canabrava.

Uma das principais maternidades da cidade, o Instituto de Peronatalogia da Bahia (Iperba) registrou o desabamento de parte do teto. O atendimento no local foi suspenso.

O adolescente de 12 anos que foi atingido por um raio enquanto surfava na praia da Barra está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital particular e seu estado é estável.

Segundo o Inmet, entre 9h de ontem e 9h de hoje choveu 117,7 mm na capital baiana. O volume é semelhante à média histórica para todo o mês de novembro, de 118 mm.

A expectativa é que as chuvas cessem nos próximos três dias, e as temperaturas deverão oscilar entre 23ºC e 30ºC.
 

continua após publicidade