Geral

Artista cria cidade feita só com grampos

Da Redação ·
 As linhas telefônicas desta cidade estão todas grampeadas
fonte: Foto por Reprodução / peterroot.com
As linhas telefônicas desta cidade estão todas grampeadas

Um artista construiu uma cidade inteira com um tipo de material de escritório comumente desprezado: os grampos de papel.

continua após publicidade

Peter Root gastou 40 horas de sua vida para juntar 100 mil grampos em uma área de 6 por 3 metros e fez uma paisagem urbana de meter inveja a qualquer metrópole.

continua após publicidade

Ele deu para a sua obra o nome de Ephemicropolis, fazendo trocadilho entre "efêmero" e "metrópole".

continua após publicidade

Quem olha fotos, sem saber do que se trata, pode achar que é algum vilarejo futurista, mas não é não – é tudo grampo.

Para Root, seu trabalho é fruto de muita paciência.

continua após publicidade

- O trabalho que eu faço normalmente envolve trabalho intensivo e procedimentos de construção e montagem como mantras. Apesar de serem experimentos simples e divertidos, o trabalho frequentemente aborda temas de instabilidade, repetição, estrutura, padrão, escala e arquitetura. Meu trabalho sempre assume formas de extrema fragilidade e arranjos temporários.