Geral

Manifestantes jogam estrume em prédio da Globo

Da Redação ·
Crédito da Foto: Reprodução / Brazil photo press
fonte:
Crédito da Foto: Reprodução / Brazil photo press

Um grupo de cerca de 120 pessoas pichou, jogou esterco e depredou uma das entradas da Rede Globo, na avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, na Vila Cordeiro, zona sul da capital paulista. Eles se reuniram na noite desta sexta-feira (30) e caminharam até a sede da emissora.

Com palavras de ordem contra a empresa, alguns manifestantes picharam a entrada. Eles haviam levado dois sacos de esterco, que foram jogados na parede. Outros integrantes do ato retiraram as letras com o nome da Rede Globo.

A PM informou que após esse episódio, o grupo seguiu em caminhada pacífica pela avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini. Os policiais acompanharam o ato, mas não foi necessário intervir, de acordo com a sala de imprensa da corporação. 

Editora Abril

Na última sexta-feira (23), a sede da editora Abril, na avenida das Nações Unidas, em Pinheiros, foi palco de um confronto entre policiais militares e manifestantes. O grupo havia ido até o local para protestar contra a capa da revista Veja, que tinha como tema o Black Bloc. Alguns integrantes do protesto jogaram pedras no prédio e em viaturas da PM. Ao final, um carro foi incendiado, outros apedrejados, uma lavanderia e cinco agências bancárias foram depredadas na região. Um rapaz foi detido.

continua após publicidade