Geral

Prefeituras do Ceará querem usar Mais Médicos para preencher vagas abertas

Da Redação ·

Por Aguirre Talento FORTALEZA, CE, 30 de agosto (Folhapress) - Municípios do Ceará vão aproveitar os profissionais do programa Mais Médicos, do governo federal, para tapar buracos do quadro de médicos das prefeituras. O município de Cascavel, no interior do Ceará, prevê que o quadro de médicos da prefeitura vai ser completamente substituído pelos profissionais do Mais Médicos em médio prazo. "Isso não é uma meta, mas eu acho que vai acabar acontecendo", afirmou a secretária de Saúde, Janaiana Uchôa. Ela afirma que as substituições serão feitas à medida que os médicos contratados pelo município pedirem demissão. "Esses contratados realmente não ficam muito tempo, quando passam em uma residência médica eles saem", disse a secretária. A cidade vai receber sete brasileiros pelo Mais Médicos nesta primeira etapa. Atualmente possui 19 equipes do PSF (Programa Saúde da Família) e o município quer ampliar em mais duas ou três equipes. Em Beberibe (a 87 km de Fortaleza), os dois médicos do programa que chegarão na próxima semana ficarão no lugar de dois contratados que pediram demissão recentemente. "Temos 13 equipes de Saúde da Família e estavam completas. Um médico ia sair agora e aproveitamos para colocar um desses que vão entrar. A outra é uma médica que iria fazer residência, então aproveitamos o segundo médico no lugar dela", afirmou o secretário de Saúde, Edimon Sarquis. Já em Canindé (a 118 km da capital cearense), dois contratados da prefeitura foram aprovados no programa Mais Médicos para o mesmo município e migrarão para o novo contrato com o governo federal - criticado pelo sindicato por não ter direitos trabalhistas.  

continua após publicidade