Geral

PM é afastado de manifestações após agredir manifestantes

Da Redação ·

RIO DE JANEIRO, RJ, 29 de agosto (Folhapress) - Um policial militar foi afastado do policiamento de manifestações após ter agredido uma jovem durante protesto no centro do Rio anteontem. A corporação instaurou sindicância para analisar o caso. De acordo com a PM, todos os agentes envolvidos no caso vão "passar por atendimento psicológico". Um vídeo publicado na internet mostra um policial agredindo uma manifestante no chão, após já estar imobilizada. "O comando da corporação não coaduna com este tipo de comportamento. Os policiais já foram identificados e suas condutas serão avaliadas em sindicância para verificar a responsabilidade penal e disciplinar", disse, em nota a PM. Além de anunciar a decisão, a PM também acusou "um grupo de vândalos" de agir apenas com a intenção de atacar policiais e depredar patrimônio público e privado. "Diferente de outras manifestações que têm ocorrido de forma ordeira, fica evidente nas imagens divulgadas na imprensa que há um grupo de vândalos com paus e pedras agindo tão e somente com intuito de depredar patrimônio público, privado e atacar policiais militares. A PM reitera seu compromisso com o amplo direito democrático de manifestação mas reafirma sua missão de atuar sempre que houver ameaça à vida ou ao patrimônio", disse a corporação, em nota.  

continua após publicidade