Geral

Ex-PM é condenado por executar menino em feira no Rio

Da Redação ·
O ex-policial militar Jarbas Hernandes Araújo foi condenado pelo 2º Tribunal do Júri do Rio de Janeiro a 18 anos de prisão, em regime inicialmente fechado, pelo assassinato de Leonardo Dias de Souza, de 13 anos. O crime ocorreu na tarde de 31 de julho de 2009, no bairro da Tijuca, zona norte do Rio. De acordo com a denúncia do Ministério Público, o menino brincava de jogar frutas em colegas numa feira livre, quando foi advertido pelo ex-PM, que trabalhava como segurança da área. Houve uma discussão entre os dois, e o segurança tentou jogar a criança no Rio Maracanã, localizado ao lado da feira. Araújo, no entanto, se desequilibrou e caiu no chão. Revoltado, o segurança começou a atirar. Houve pânico e correria na feira. Na fuga, o menino foi atingido por dois tiros. Mesmo ferido, ele conseguiu fugir e entrou numa loja de autopeças. O ex-PM invadiu o estabelecimento e, segundo o Ministério Público, executou a criança com um tiro na cabeça. "Tenho como bem acentuada sua culpabilidade, na medida em que efetuou inúmeros disparos contra a vítima, em verdadeira execução, o que levou a cabo em local público, de grande movimentação, em plena luz do dia, o que denota insensibilidade, ousadia e confiança na impunidade", destacou o juiz Jorge Luiz Le Cocq D'Oliveira, presidente do Conselho de Sentença.
continua após publicidade