Geral

Merkel e Hollande concordam sobre resposta à Síria

Da Redação ·
O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas deve assumir responsabilidade pela reposta internacional ao ataque com armas químicas na Síria, concordaram os líderes da Alemanha e da França em uma conversa por telefone nesta quinta-feira. As informações foram concedidas pelo porta-voz do governo de Berlin, Steffen Seibert. A ligação entre a chanceler Angela Merkel e o presidente François Hollande foi feita depois que o Reino Unido apresentou um esboço de proposta para as nações do Conselho de Segurança. No documento, o país pedia autorização para uma ação militar contra a Síria. "A chanceler e o presidente expressaram o apoio à discussão atualmente em curso no Conselho de Segurança", disse Seibert em um comunicado. "Eles esperam por uma rápida conclusão da missão de investigação da ONU na Síria e um relatório ao Conselho de Segurança da ONU para que possa atender a sua responsabilidade à luz desse crime monstruoso." Na quarta-feira, Merkel também conversou com o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, e os dois líderes concordaram que uma resposta internacional é inevitável. O ataque com armas químicas na semana passada matou centenas de civis, elevando tensões no conflito que já custou a vida de mais de 100 mil pessoas. Fonte: Dow Jones Newswires.
continua após publicidade