Geral

Tudo estava errado em obra, afirma Haddad

Da Redação ·





Por Giba bergamim Jr.

SÃO PAULO, SP, 27 de agosto (Folhapress) - O prefeito Fernando Haddad (PT) disse que "tudo estava errado" na obra que desabou matando 7 pessoas na manhã de hoje. A começar pela documentação da obra, que estava irregular. Além dos mortos, 26 pessoas ficaram feridas e há desaparecidos.

"A prefeitura avalia aspectos formais da obra, se a obra está de acordo com a legislação da cidade. Nem isso foi observado nesse caso específico", afirmou Haddad. A administração aplicou duas multas ao dono da obra de abril para cá ao identificar que não havia alvará para a obra.

"Mesmo se a obra fosse regular, isso não iria eximir o engenheiro responsável pela segurança física da obra. Nesse caso, além dos aspectos técnicos que não foram observados, também houve falhas do ponto de vista formal e jurídico", disse Haddad.

Segundo ele, não é função dos fiscais da prefeitura avaliar se a obra é segura, mas sim confirmar se a construção está dentro das leis de uso e ocupação do solo. Garantir a segurança da obra, é responsabilidade do engenheiro. "Cabe à policia apurar a parte criminal e eventualmente indiciar os responsáveis pela morte", afirmou.
 

continua após publicidade