Geral

Aposentados do Aerus fazem novo protesto no centro da cidade

Da Redação ·

Por Paulo Mauricio Costa de julho (Folhapress) - Aposentados das empresas aéreas Varig e Transbrasil realizaram hoje, no centro do Rio, o terceiro protesto em 13 dias. Eles reivindicam o pagamento integral de benefícios previdenciários, interrompido em 2006, quando o fundo de pensão Aerus sofreu intervenção federal. Cerca de 200 pessoas iniciaram às 15h uma caminhada de 6 km, saindo da rua do Ouvidor até chegar ao aeroporto Santos Dumont. Quando passaram pela avenida Rio Branco, uma das principais da cidade, provocaram lentidão no trânsito, segundo o Centro de Operações da prefeitura. O grupo percorreu os setores de embarque e desembarque no Santos Dumont. Alguns manifestantes foram cumprimentados por aeroviários. A circulação de passageiros no aeroporto não foi prejudicada. A manifestação terminou por volta das 17h30. A exemplo dos outros protestos da categoria, o ato era solidário aos 13 aposentados que, há 19 dias, estão confinados em uma sala do Instituto Aerus, na rua do Ouvidor. Eles afirmam que não deixarão o prédio até que o governo federal contribua para a resolução do impasse. Os ex-aeroviários - cuja idade média é de 70 anos - ganharam o apoio de parlamentares em Brasília. Uma comissão externa da Câmara dos Deputados se reuniu hoje com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa. No último dia 5, ele indeferiu o pedido de tutela antecipada para que a União assumisse o pagamento aos aposentados do Aerus. Amanhã, um grupo de senadores, entre os quais Paulo Paim (PT) e Pedro Simon (PMDB), terá um encontro com o Advogado-Geral da União, Luis Inacio Adam, para discutir as reivindicações dos pensionistas.  

continua após publicidade