Geral

Obama pede calma e reflexão sobre veredicto que absolveu ex-vigilante

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 14 de julho (Folhapress) - O presidente dos EUA, Barack Obama, divulgou HOJE um comunicado sobre o veredicto que absolveu, na noite de ontem, o ex-vigilante hispânico George Zimmerman, acusado de matar o adolescente negro desarmado Trayvon Martin, na Flórida, em 2012. No texto, Obama pede calma e afirma que a morte de Martin "foi uma tragédia não apenas para a família do jovem ou para qualquer comunidade, mas para a América." O governante ainda disse que sabe que o caso suscitou intensas paixões, principalmente na sequência de seu veredicto. Mas, segundo ele, os EUA são "uma nação de leis" e um júri julgou o ocorrido. "Eu agora peço para cada americano respeitar o pedido de calma reflexão feito pelos pais que perderam seu filho mais novo." No comunicado, Obama também tocou na questão sobre a onda de violência armada nos EUA. "Devemos nos perguntar se estamos fazendo tudo o que podemos para ampliar o círculo de compaixão e compreensão em nossas próprias comunidades. Devemos nos perguntar se estamos fazendo tudo o que podemos para conter a onda de violência armada. Devemos nos perguntar, como indivíduos e como sociedade, como podemos prevenir futuras tragédias como essa... Como cidadãos, esse é um trabalho para todos nós. Essa é a maneira de honrar Trayvon Martin", finalizou Obama.  

continua após publicidade