Geral

Após um mês internado, segue em estado grave e estável

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 9 de julho (Folhapress) - O ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela segue em estado crítico, mas estável, após 31 dias internado em um hospital de Pretória, capital administrativa da África do Sul. Segundo a Presidência do país, seu estado de saúde não mudou nos últimos dias. Mandela foi internado em 8 de junho após uma recaída de uma infecção pulmonar, que sofre desde dezembro do ano passado. O ex-presidente tem um histórico de problemas pulmonares que datam de seu tempo na prisão em Robben Island, perto da Cidade do Cabo, onde teve tuberculose. No entanto, seu estado se agravou no último dia 23 e, desde então, Madiba seguem em situação crítica. Esta é a quarta vez desde dezembro que o Nobel da Paz é hospitalizado desde o fim do ano passado. Segundo um jornal sul-africano, a capela em Pretória onde seu corpo será velado já está pronta para recebê-lo. Na semana passada, a imprensa sul-africana chegou a dizer que o líder negro era mantido vivo com a ajuda de aparelhos e que se mantinha em estado vegetativo. No entanto, a Presidência sul-africana negou que Mandela estivesse nessa condição. O prêmio Nobel da Paz de 1993 foi eleito, um ano depois, o primeiro presidente negro da África do Sul, nas primeiras eleições com sufrágio universal do país, após ter conseguido desmantelar o regime racista do Apartheid.  

continua após publicidade