Geral

Casa que explodiu na zona leste tinha fábrica de balões, dizem moradores

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 8 de julho (Folhapress) - Moradores da Vila Carrão, zona leste de São Paulo, disseram à polícia que, na casa que explodiu na noite de ontem na região, funcionava uma fábrica de balões.

Por volta das 22h10 de ontem, duas grandes explosões ocorreram na casa, que ficou destruída. O aposentado José Sorbo Neto, 59, ficou gravemente ferido e foi levado ao Hospital Benedito Montenegro.

Sua filha Cristiane Cardoso Sorbo, 33, e uma neta tiveram ferimentos leves.

Sete casas foram totalmente interditada pela Defesa Civil. Duas tiveram apenas alguns cômodos bloqueados.

Segundo funcionários da subprefeitura do Aricanduva, os moradores desabrigados terão que reformar as casas e apresentar um laudo à prefeitura, que vai avaliar se os locais podem ser liberados.

"Tinha uma fábrica de balões. Parece que eles estavam mexendo em um quando explodiu", disse André Nascimento, morador do bairro, enquanto tirava fotos do incêndios que atingia a casa.

Em depoimento à polícia, o genro de Serbo negou que na casa havia uma oficina de balões ou fogos de artifício armazenados. Segundo ele, lá funcionava uma fábrica de velas.

A Polícia Civil diz que vai investigar o caso. Uma equipe realizou uma perícia na casa na manhã de hoje.
 

continua após publicidade