Geral

Funkeiro morto cantava em uma Festa Junina

Da Redação ·





Por Adriana Farias e Martha Alves

SÃO PAULO, SP, 7 de julho (Folhapress) - O funkeiro Daniel Pedreira Sena Pellegrine, 20, conhecido como MC Daleste, tocava em uma Festa Junina quando foi morto com um tiro no bairro CDHU San Martin, em Campinas, na noite de ontem.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), o cantor falava com o público que assistia ao show quando foi atingido por um tiro no abdômen e caiu no palco.

Ele foi ferido por volta das 22h40 quando a Festa Junina, organizada na avenida comandante Aladino Selmi, já reunia muitas pessoas.

Um vídeo postado por fãs do MC na internet supostamente mostra o momento em que ele é baleado.

O MC foi levado por membros de sua equipe ao pronto-socorro do Hospital Municipal de Paulínia. Ele chegou a ser entubado e encaminhado para o centro cirúrgico, mas não resistiu e morreu à 0h55, informou a assessoria do hospital.

O corpo do MC será velado no Cemitério da Vila Formosa, zona leste, hoje às 16h e será enterrado amanhã às 9h.

Nenhum suspeito do crime foi preso, segundo a SSP. O cunhado da vítima esteve na 4ª Delegacia de Polícia (Taquaral), onde o caso foi registrado, para ajudar a polícia nas investigações.

Pancadão Paulista

O MC Daleste iniciou sua carreira no bairro da Penha, na zona leste de São Paulo. As letras de suas canções são voltadas para o "pancadão paulista" ou "funk ostentação", que deixou de lado os temas como preocupação social para dar lugar às grifes, roupas de marca, carros de luxo, bebidas, dinheiro e mulheres.

 

continua após publicidade