Geral

CPI da Exploração Sexual vai ao Amazonas apurar denúncia de pedofilia

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 7 de julho (Folhapress) - A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes da Câmara dos Deputados marcou para amanhã a diligência à cidade de Coari (AM), para averiguar denúncias de pedofilia praticadas pelo prefeito Adail Pinheiro. Segundo investigações da Polícia Federal, Adail chefiou uma rede de exploração sexual de menores. As informações são da Agência Câmara.

A diligência e as oitivas da próxima semana são fruto de uma série de requerimentos de autoria da presidenta da CPI, deputada Erika Kokay (PT-DF).

Além de Adail, deverão ser ouvidos o secretário de Administração do município, Adriano Salam, e o delegado de Polícia Civil de Coari Osvaldo Figueiredo Maia, também acusados de envolvimento com o esquema. A CPI também colherá depoimentos de diversas vítimas de abuso sexual.

A CPI já recebeu o inquérito da Operação Vorax, da Polícia Federal, protegido por segredo de justiça. Além de Adail e de seus assessores, a PF também realizou gravações de seis magistrados do Amazonas, entre juízes e desembargadores.

As denúncias envolvendo a rede de pedofilia do prefeito Adail Pinheiro foram tema de reportagens nos programas DF Record e no Domingo Espetacular.
 

continua após publicidade